12
Nov
Google Maps perde mais de 20 milhões de utilizadores para a Apple
por pedro Ivo Faria Google Maps , Apple Maps , Mapas
A decisão da Apple em adoptar uma solução própria de mapas, afastando do bem cotado Google Maps, não foi recebida de uma forma consensual pela generalidade dos seus clientes. Os problemas que se fizeram sentir na fase inicial em nada contribuíram para aumentar a credibilidade do Apple Maps levando mesmo ao despedimento de dois altos responsáveis da companhia.

Um ano após o seu lançamento o saldo pende claramente a favor da Apple. Apesar de vários utilizadores terem descarregado a nova versão do Google Maps, o facto de esta não ser parte do sistema operativo acabou para a relegar para segundo plano.
Na plataforma iOS a força dominante é agora o Apple Maps e começa já a ter um ‘peso’ interessante no mercado global apesar de não estar presente em mais nenhuma plataforma móvel.



Ao longo dos últimos 12 meses mais de 23 milhões de utilizadores norte-americanos deixaram para trás o Google Maps e adoptaram definitivamente os mapas da Apple. Os números só não são mais expressivos porque ainda existem 2 milhões de utilizadores que dispõem de iPhone antigos que não são compatíveis com o iOS 6 (e consequentemente com o Apple Maps) e porque a solução de mapas da Apple não está disponível a nível global.
Esta é mais uma batalha ganha para a Apple que continua a demonstrar que não necessita mesmo de se apoiar em outras companhias para fazer vingar os seus serviços e dispositivos.

Paralelamente também a Nokia está a começar a aumentar a sua presença no segmento móvel através da plataforma de mapas Here muito devido à recusa da Google em fornecer aos seus adversários soluções avançada de navegação por satélite.

Esta notícia já foi consultada 26354 vezes
 
 
Publicidade