19
Jun
AMD vai começar a produzir processadores ARM
por pedro Ivo Faria AMD , ARM , Opteron
Depois de vários anos a produzir exclusivamente processadores baseados na arquitectura x86 da Intel, a AMD prepara-se para diversificar a sua oferta com o início da produção de processadores ARM.
A companhia norte-americana já tinha obtido o licenciamento para a produção desse género de produtos há dois anos mas só agora é que os primeiros protótipos estão prontos e preparados para serem testados e avaliados pelos fabricantes.



Apesar de já ter confirmado que irá suportar as duas plataformas da Google – o Chrome OS e o Android – o primeiro processador ARM deverá ser destinado a um segmento muito diferente: os servidores Web. Tendo como base uma arquitectura de 64 bits e recorrendo a uma das várias variantes do Linux adaptadas aos processadores ARM, a AMD espera conquistar rapidamente um espaço num mercado cada vez mais competitivo e em forte crescimento.

Durante um evento decorrido na Índia, um dos porta-voz da empresa confirmou que a companhia planeia dispor de uma oferta variada no segmento móvel – baseada nas arquitecturas x86 e ARM – e que está a trabalhar no sentido de permitir a integração dos seus componentes em dispositivos de várias configurações.
Qualquer fabricante de processadores que pretenda vingar no segmento móvel tem que ir bem além da produção de processadores de aplicações, como teve oportunidade de verificar a Nvidia, sob o risco de dispor de uma oferta pouco completa e competitiva face à Qualcomm que está apta a fornecer uma solução que integra praticamente todos os componentes necessários à produção de um smartphone num único chip.

Esta notícia já foi consultada 24455 vezes
 
 
Publicidade