21
Mai
Opera 14 para Android deixa versão beta
por Pedro Ivo Faria Opera 14 , Webkit , Blink , Chromium 26 , Browser
Em Março a opera apresentava a primeira versão do seu popular navegador Internet que tinha a particularidade de usar o motor de rendering Webkit em vez do Presto que a companhia nórdica tinha vindo a desenvolver ao longo dos anos.
Esta mudança de estratégia permite à Opera focar-se apenas nas funcionalidades do seu browser deixando para a Apple e a Google o desenvolvimento do motor que é responsável por constituir e arranjar no ecrã as páginas Web.
A versão 14 do Opera recorre ao motor usado no Chromium 26 e poderá continuar a acompanhar o desenvolvimento da Google que passará por uma versão optimizada e revista do Webkit que está a ser desenvolvida sob o nome de código Blink.



Tecnologismos à parte, o Opera 14 surge com um Interface totalmente redesenhada, modo Off-road que aproveita os servidores de compressão de conteúdos usados pelo Opera Mini e a barra Omnibar que actua simultaneamente como caixa de pesquisa e de digitação do endereço Web a visitar.
Para além do tradicional SpeedDial que concentra atalhos para os websites mais visitados, esta versão conta ainda com o tabulador Discover que oferece uma visão sumária das páginas que vão sendo abertas.

Esta notícia já foi consultada 65723 vezes
 
 
Publicidade