16
Mai
Google exige a remoção da aplicação YouTube do Windows Phone Store
por BdB YouTube , Windows Phone 8
A Microsoft lançou recentemente a versão 3.0 da aplicação YouTube para Windows Phone que trazia um punhado de novidades e de funcionalidades que não estão disponíveis em mais nenhuma plataforma. Da possibilidade de controlar a reprodução a partir do ecrã de bloqueio até à capacidade de se descarregarem vídeos para reprodução local posterior, a nova aplicação representa um salto significativo relativamente à versão anterior.



Mas este salto e o manancial de funcionalidades que o acompanha não foi bem recebido pela Google que pretende que a aplicação seja removida do Windows Phone Store até 22 de Maio e que todas as cópias descarregadas e instaladas sejam desactivadas.
Na mensagem enviada por Francisco Varela (Director Global de Parcerias do YouTube) a Todd Brix da Microsoft eram evocada a violação de pelo menos três dos artigos das condições de utilização do serviço.
  • Os utilizadores têm a possibilidade de descarregar, gravar localmente e reproduzirem esses vídeos,
  • A publicidade adicionada pelos autores não é mantida e reproduzida a par do vídeo,
  • As condições de visualização definidas pelos autores não estão a ser respeitadas. Vários vídeos com impedimento de reprodução em plataformas móveis estão disponíveis através da aplicação para Windows Phone 8.


O YouTube reforça que é necessário proteger os interesses dos autores dos vídeos e que para que isso aconteça não pode permitir que a publicidade associada aos mesmos seja omitida e que as condições de distribuição ignoradas.

Esta notícia já foi consultada 23945 vezes
 
 
Publicidade