21
Mar
Schmidt garante que o Android e o Chrome OS manter-se-ão produtos separados
por CVF Google , Android , ChromeOS , Andy Rubin , Sundar Pichai
A decisão de Andy Rubin abandonar o leme do Android deixou a plataforma móvel da Google órfã e sem um verdadeiro líder que oriente a sua evolução futura. Para ocupar o seu lugar a Google designou Sundar Pichai, o principal responsável pelo grupo de desenvolvimento do Chrome OS (sistema operativo) e de algumas das principais aplicações da Google.



Ao centralizar-se na mesma pessoa o desenvolvimento de duas plataformas distintas – uma dirigida a smartphones e tablets e a outra para computadores pessoais e notebooks - ficou no ar a possibilidade de vir a acontecer uma fusão num futuro mais ou menos próximo passando a Google a contar com uma solução global.
Esses rumores já foram desmentidos pelo presidente da Google, Eric Schmidt, que admite ‘que no futuro esse tipo de convergência até possa vir a acontecer, mas que neste momento iria criar uma tal sobrecarga sobre as duas equipas de desenvolvimento que resultaria num sistema operativo pouco adequado para aproveitar convenientemente as capacidades dos computadores pessoais e dos dispositivos móveis’.


Esta notícia já foi consultada 20667 vezes
 
 
Publicidade