6
Jan
Problemas do Google Maps no Windows Phone 8 são causados pelo Internet Explorer 10
por R.M. Windows Phone , Google Maps , Internet Explorer , Google , Microsoft
Apesar de disporem de uma das mais avançadas soluções de mapas da actualidade, cortesia da Nokia, os utilizadores de terminais Windows Phone 8 continuam a sentir a falta de várias funcionalidades presentes no Google Maps e que ainda não estão disponíveis no Bing Maps (Nokia Maps).
As recentes declarações de um responsável da Google, que afirmava que ‘só iremos começar a produzir aplicações para o Windows Phone quando a plataforma ganhar tracção e tiver uma base de utilizadores interessante’, foram encaradas como uma atitude proteccionista que visa impedir que a plataforma da Microsoft possa crescer e vir a representar uma ameaça para o duopólio estabelecido.



Novas declarações, desta vez emitidas por um dos responsáveis pelo desenvolvimento da solução Web do Google Maps, apontam numa direcção diferente. Na raiz desta questão está a ineficácia do Internet Explorer 10 (IE10) e não uma ‘agenda escondida’ por parte da Google.
Nos nossos últimos testes, o IE10 ainda não oferece uma boa experiência de utilização da nossa solução de mapas ao não permitir que funcionalidades básicas como o pan-and-zoom sejam integradas. Nesta óptica, continuaremos a redireccionar os utilizadores de dispositivos Windows Phone para uma página onde seja possível, pelo menos, efectuar buscas locais. Esta situação já se colocou, no passado, relativamente aos utilizadores Firefox mas as melhorias introduzidas pela Mozilla permite que a experiência global de utilização seja agora bastante aceitável e não haja necessidade de redireccionar os visitantes para outras páginas’.

Ao optimizar a sua solução de mapas para browser baseados no motor webkit, que é usado no Android, Chrome, Safari, Blackberry Browser (ex-Bolt), Nokia Browser e Tizen, a Google conseguiu construir uma solução muito versátil para a generalidade das plataformas móveis existentes no mercado embora isso tenha acabado por penalizar quem não usa essa tecnologia (Microsoft e Mozilla).
Neste momento a Google reconhece que as últimas alterações introduzidas no IE10 representam uma avanço importante e que poderá vir a ser possível disponibilizar a sua solução de mapas aos utilizadores Windows Phone a breve trecho.

Esta notícia já foi consultada 110350 vezes
 
 
Publicidade