20
Nov
Firefox 17 para Android agora com suporte para dispositivos mais antigos
por CVF Firefox , ARM v6 , Galaxy Ace , LG Optimus Q , HTC Chachacha , Browser
Evolução, no segmento digital, nem sempre significa ‘mais, melhor e maior’. Por vezes, evoluir significa dar-se um passo a trás para garantir que o número de utilizadores abrangidos é bem maior e que se passou a incluir um público que até agora estava excluído porque não dispunha de um produto suficientemente avançado.
O Firefox 17 avançar ‘para trás’ ao passar a suportar os modelos menos sofisticados. Mesmo aqueles que ainda dispõe de um vetusto processador ARM v6.



A nova versão exige ainda a presença de, pelo menos, 512 Mbytes de RAM o que acaba por deixar de fora uns quantos modelos. Mas, modelos como o Samsung Galaxy Ace ou o LG Maximo Q que dificilmente receberão mais actualizações à sua plataforma base e que começam a estar demasiado desactualizados no cenário actual.
As alterações são ainda mais significativas para os tablets Android 3.0 (Honeycomb) que codecs que lhe permite descodificar conteúdos MP3, AAC e H.264.

Uma área onde a Mozilla investiu foi na melhoria das funções de acessibilidade que tornam esta versão perfeitamente compatível com o leitor de ecrã nativo do Android ou com o TalkBack. A experiência adquirida no desenvolvimento do FirefoxOS, que se destinará numa primeira fase a dispositivos com especificações modestas, começa a ser visível nesta versão que vem ‘democratizar’ o acesso à Internet mesmo em que já se encontram desenquadrados nas necesidades actuais do mercado.

Esta notícia já foi consultada 93997 vezes
 
 
Publicidade