23
Set
Segmento Android continua a ser uma luta a dois
por Pedro Ivo Faria Android , HTC , Samsung , LG , Sony , Motorola
Praticamente desde o seu lançamento que o segmento Android é disputado por duas forças que são secundadas por uma mão cheia de construtores que disputam o espaço que ainda sobra.
Se a HTC foi a força dominante do segmento até 2010, fruto de um investimento atempado na plataforma móvel da Google, a partir de 2011 a Samsung assumiu a liderança do segmento e não voltou a largá-lo.



A companhia chinesa tem vindo a perder gradualmente quota de mercado e começa a ficar ao alcance de outras marcas. 2012 marca ainda a ascensão dos dispositivos fabricados por entidades que não têm uma presença tradicional no mercado, em especial os vários fabricantes chineses de modelos de baixo custo. Também a Motorola parece ter perdido a sua ‘chama’ inicial, o que se reflecte na eliminação de várias delegações nacionais (a portuguesa será uma delas), cortes nos custos de produção e despedimentos em massa.

O sucesso evidente da plataforma móvel não tem representado, para os cinco principais fabricantes, o ‘El Dorado’ que se esperava, continuando a existir um desfazamento entre as vendas crescentes e as dificuldades que as restantes marcas continuam a enfrentar.

Via Noberto Gallego.

Esta notícia já foi consultada 90624 vezes
 
 
Publicidade