14
Set
Google vai encerrar filiais ibéricas da Motorola no final do ano
por Pedro Ivo Faria Motorola , Google , Android , RAZR MAXX , LapDock
Como parte da reestruturação pós-aquisição, a Google vai reduzir a presença da Motorola em certos países chamando a si a representação das duas marcas nos países em que for necessário eliminar as filiais locais.
Com o enfoque colocado no software e numa presença discreta na área do hardware, a Google prepara-se para encerrar várias filiais da Motorola em países europeus onde nunca conseguiu alcançar valores de vendas razoáveis.

Até ao final do ano as duas filiaias Ibéricas – Portugal e Espanha – irão ser encerradas tal como as que ainda estão activas na Holanda, Itália, Grécia e alguns países nórdicos.
Reino Unido, França e Alemanha passam a ser os mercados onde a Google faz questão de manter a presença directa da Motorola devido às ligações que mantém com certas operadoras móveis locais.
Com a Orange e a Yoigo no topo dos canais de distribuição para a Europa, é pouco compreensível que o fabricante americano deixe de estar directamente representado num dos países da Europa onde mantém o maior volume de vendas: Espanha.

A recente vitória da Apple na Alemanha relacionada com patentes usadas no Android, que pode dar origem a um embargo na importação, distribuição e vendas dos terminais Android da Motorola, pode prejudicar ainda mais as vendas da marca. A Apple não só tem a possibilidade de bloquear a distribuição como também de exigir a recolha das unidades já distribuídas e ordenar a sua destruição. É tudo uma questão de fiança (entre os 25 milhões e os 45 milhões de dólares) e da vontade da Apple em ‘aborrecer’ a Google e a Motorola.

Esta notícia já foi consultada 26789 vezes
 
 
Publicidade