2
Jun
RIM assegura utilização da marca BBM
por G5 RIM , Blackberry Messenger , BBM
O Blackberry Messenger (BBM) encontra-se entre as (poucas) ‘joias’ que a RIM ainda continua a deter e a ser um dos factores de diferenciação e de adesão à plataforma canadiana. Quando a Bureau of Broadcast Measurement a processou por utilização indevida de marca registada (BBM), o alarme soou em Walterloo e a companhia canadiana preparou-se para mais um longo julgamento.

Mas o Tribunal Federal Canadiano foi célere a avaliar a queixa da empresa especializada na mediação de audiência de rádio e televisão e considerou que não existe qualquer violação de marca registada, pondo um ponto final neste caso.
Apesar das duas companhias usarem a marca BBM nos seus produtos ou designações, o facto de actuarem em campos completamente diferentes e direccionados a públicos diferentes (a BBM Canadá presta serviços aos canais de televisão e rádio e não ao utilizador final) excluía a possibilidade do cidadão comum confundir as duas.

Esta decisão não é inédita (a Hasbro não conseguir impedir que a ASUS adopta-se a designação ‘Transformer Prime’ num dos seus tablets) e indicia uma mudança de mentalidade na protecção de marcas registadas e patentes face a um mercado globalizado onde é quase impossível conceber-se e nomear-se produtos sem colidir com algo anteriormente registado.

Esta notícia já foi consultada 12414 vezes
 
 
Publicidade