22
Mar
Google pondera partilhar lucros do Google Wallet com operadoras
por Pedro Ivo Faria Google Wallet , Android , NFC
Os esforço feitos pela Google para promover e incentivar à adopção do Google Wallet enquanto forma de pagamento para compras de baixo valor, transformando os smartphones em carteira digitais, não têm produzido os efeitos desejados pela companhia.
Vários problemas de segurança, a falta de uma estratégia clara e definida e o factor de se basear numa tecnologia que ainda não se encontra suficientemente madura – o NFC – está a condicionar a disseminação do Google Wallet.



A recente recusa de algumas operadoras móveis norte-americanas em introduzir na sua oferta o Google Galaxy Nexus enquanto este tivesse o Google Wallet instalado, e a preferência explícita pela solução de pagamentos da ISIS, estão a forçar a Google a rever a sua estratégia.
Os planos de alargamento do serviço Wallet a mais 10 modelos durante a primeira parte deste ano não serão suficientes para assegurar o grau de adopção que a Google pretende, por isso a companhia americana está a ponderar propor uma partilha de lucros às operadoras móveis que aceitem construir a sua solução de pagamentos móveis em redor deste serviço.

As operadoras móveis que aceitarem estabelecer uma parceria com a Google irão beneficiar de um solução pronta a utilizar, a custo zero, e da garantia de que não serão excluídas na hora de partilhar dividendos tal como tem acontecido com a venda de aplicações móveis onde são apenas um canal de acesso e em nada beneficiam com isso.

Esta notícia já foi consultada 24288 vezes
 
 
Publicidade