23
Out
O Symbian UIQ está morto, afirma a Sony-Ericsson
por Pedro Ivo Faria
Durante os últimos anos a Sony-Ericsson tem sido a entidade responsável por promover e fazer evoluir o UIQ, uma versão do sistema operativo móvel Symbian destinada a terminais equipados com um ecrã táctil.
Para além da Motorola praticamente mais nenhum fabricante demonstrou interesse em utilizar esta plataforma nos seus terminais pelo que o seu fim estava eminente.

O golpe final no UIQ foi dado pela chegada da versão táctil do Symbian S60 e pelo desejo da Nokia adquirir todas as participações em plataformas baseadas no Symbian de forma a criar uma base unificada em regime de open-source.
Apesar da Sony-Ericsson não ter especificado a forma como o sistema irá ser descontinuado e quais as plataformas que a marca nipo-sueca irá utilizar em sua substituição, a mensagem de Patric Olsen é bem clara: ‘O UIQ não conseguiu atingir os seus objectivos, por isso está morto’.

O lançamento do primeiro terminal equipado com um ecrã táctil sem ser baseado no Symbian UIQ, o Xperia X1, marca uma nova fase na vida do fabricante que começará a apostar de uma forma mais consistente nas plataformas alternativas aquela que até hoje ajudou a promover.

Fonte: All About Symbian

Esta notícia já foi consultada 3234 vezes
 
 
Publicidade