9
Jul
2013
A Nokia anunciou que o serviço HERE Drive+ irá estar, brevemente, disponível para todos os smartphones Windows Phone 8. Este lançamento irá estender os benefícios do serviço a outros equipamentos para além a gama Nokia Lumia, facultando experiências de navegação intuitivas e fiáveis a um maior número de utilizadores.
O HERE Drive+ proporciona o acesso a navegação de elevada qualidade, guiada por voz e com mapas disponíveis offline, possibilitando que as pessoas possam alcançar o seu destino de forma segura, mesmo sem precisarem de uma ligação de dados.



Com o lançamento global do HERE Drive+ para todos os dispositivos Windows Phone 8 iremos estender, ainda mais, o alcance do HERE e concretizar a nossa promessa de disponibilizar as experiências HERE ao maior número de pessoas possível. Quanto mais pessoas utilizarem o nosso serviço de localização, melhor ele se tornará para todos”, afirmou Thom Brenner, Vice-presidente da área de aplicações Windows Phone do HERE. “Por outro lado, este lançamento também demonstra o nosso empenho em fortalecer o ecossistema Windows Phone através dos nossos recursos de mapas.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 133190 vezes
8
Jul
2013
A Orange Horizons lançou dois novos websites especificamente projectados para o público português. Um website nacional - www.orange.com/pt - que fornece conteúdos online à medida dos utilizadores nacionais, incluindo notícias e conteúdos de vídeo, e uma loja online - store.orange.com/pt - para vender dispositivos e acessórios de telecomunicações, todos livres de operador.

A infraestrutura que a Orange dispõe enquanto player de telecomunicações a nível global permite fornecer conteúdo localizado, actualizado ao minuto, que é relevante e útil para o público português. Além disso, o website irá beneficiar do portfolio de fornecedores de conteúdo online do grupo Orange incluindo o Dailymotion, a segunda maior plataforma de vídeo do mundo, com 140 milhões de visitantes únicos por mês. O conteúdo editorial do website é gerido pelo staff da Orange Horizons sedeado em Portugal o que garante uma maior proximidade com o público alvo.



A loja online irá ajudar a Orange a alavancar a sua posição enquanto grande distribuidora mundial, beneficiando das relações estreitas estabelecidas com muitos dos principais fabricantes de equipamentos do mundo ao longo dos anos. Essas parcerias garantem que a Orange conseguirá fornecer dispositivos topo de gama, como smartphones e tablets, a preços muito competitivos.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 133275 vezes
7
Jul
2013
Já são conhecidos os resultados financeiros da HTC para o segundo trimestre de 2013 e os sinais são mistos. Por um lado a companhia chinesa registou uma quebra nos lucros na ordem dos 83% quando se tem em conta o mesmo período do ano passado, por outro os resultados financeiros são bem melhores do que os do trimestre anterior.



Este sinal de recuperação, embora as vendas ainda se encontrem bem longe dos registados no ano passado, já é resultado da introdução do HTC One no mercado (após vários adiamentos) e da reestruturação da empresa.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 91794 vezes
5
Jul
2013
Se a Qualcomm domina entre os produtores de topo de processadores para dispositivos móveis, bem se pode dizer que a MediaTek ocupa uma posição similar entre as empresas que fabricam processadores acessíveis.
Com os seus modelos quad-core a começarem a ser adoptados por alguns fabricantes de renome – caso da Sony no Xperia C e da Acer no Liquid E2 – a MdiaTek tenta ir ainda mais longe ao incluir uma gama octo-core na sua oferta.

8IMG mediatekbanner.jpg" border=0 alt="">

A linha de processadores MediaTek MT6592 duplica a capacidade das famílias anteriores baseadas em arquitectura quad-core ao integrar o dobre do núcleos ARM 7 e funcionando a velocidades mais elevadas.
Em vez de adoptar a arquitectura ARM A9, que é bem mais cara, a MediaTek preferiu investir na ARM A7 com o propósito de manter os custos de produção muito mais baixos.

Embora não possa competir directamente com algumas dos processadores de topo actuais – Qualcomm Snapdragon 800, Nvidia Tgra 4 ou Exynos – o MdiaTek MT6592 funciona a uma velocidade de 2 GHz, é produzido recorrendo a tecnologia de 28 nm e terá um preço imbatível. Um modem LTE compatível com esta nova linha de processadores já está a ser ultimado pela MediaTek, o que irá permitir à companhia assumir-se como uma das principais fornecedoras de soluções 4G para dispositivos de gama média-baixa.

A MediaTek estima que a produção em massa dos novos processadores se inicie em Novembro deste ano e que os primeiros dispositivos possam chegar ao mercado logo no início de 2014. Entre os fabricantes interessados no MediaTek MT6592 encontra-se a Sony que tem vindo a batalhar para conseguir tornar os seus terminais mais acessíveis sem comprometer a qualidade e desempenho geral.

Esta notícia já foi consultada 92882 vezes
4
Jul
2013
2013 será lembrado como o ano em que o mercado das comunicações móveis recebeu o seu maior alargamento em termos de plataformas e soluções. Ao Blackberry 10 lançado em Janeiro e ao Firefox OS lançado esta semana irá juntar-se ainda o Tizen, o Sailfish da Jolla e o Ubuntu Mobile. São cinco novas plataformas móveis que irão tentar disputar o competitivo segmento que é liderado actualmente de uma forma inequívoca pelo Android.

Esta liderança tem sido mais consentida do que conquistada e só atingiu a dimensão actual por falta de alternativas capazes. Qualquer companhia que pretenda marca presença no segmento móvel dispõe de dois caminhos possíveis: o Android ou o Windows Phone.
Tendo em consideração as limitações impostas pela Microsoft ao Windows Phone, às taxas de licenciamento e ás dificuldades que a Nokia tem enfrentado para impor os seus terminais, na prática só existe uma verdadeira solução: a Android.

Ao longo dos anos a Google soube aproveitar essa vantagem competitiva e cimentou a sua presença nos vários mercado chegando mesmo a deter 70% de quota de mercado em alguns países e continentes.
A chegada de novas plataformas móveis open-source - casos do FirefoxOS e do Tizen – irá permitir aos fabricantes ter uma maior liberdade de escolha e optar por aquelas que melhor servem os seus propósitos caso a caso.



Depois de muito se ter especulado acerca dos primeiros smartphones baseados no Tizen, a Samsung apontou o início do Verão como a data provável da apresentação do seu primeiros dispositivos baseado nesta nova plataforma. Mas os planos do fabricante (e da intel) poderão ter sofrido alguns ‘ajustes’ e a apresentação oficial vir a acontecer apenas no decurso da IFA 2013 que se realiza em Berlim entre 6 e 11 de Setembro.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 90764 vezes
4
Jul
2013
O Rooftop do Hotel Mundial foi o local escolhido pela Huawei para dar a conhecer à imprensa os seus dois novos modelos de gama alta: o Ascend P2 e o Ascend P6.
Com objectivos diferentes, com preços diferentes e com públicos alvos diferentes, os dois modelos da Huawei auto-intitulam-se como ‘o mais rápido do mercado’ e ‘o mais fino do mercado’ respectivamente.



O Ascend P2 aposta sobretudo no desempenho e na funcionalidade, contando com um processador Hi-Silicon (uma subsidiária do fabricante) quad-core a 1.5 GHz, 1 GByte de RAM, 16 Gbytes de espaço de armazenamento, ecrã HD IPS+ de 4.7 polegadas (resolução de 720x1280 pixels) e câmara fotográfica de 13 MPixels. O que distingue este modelo de quase tudo o que existe actualmente no mercado é o suporte para redes LTE Categoria 4, ou seja, redes com velocidades até 150 Mbps.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 83367 vezes
3
Jul
2013
Esta é pelo menos a opinião de Brendan Eich, o director técnico e fundador da Mozilla, que considera que os requisitos actuais do Android 4 não são compatíveis com dispositivos realmente baratos.
Com o lançamento do primeiro terminal baseado no Firefox OS – o ZTE Open – passa a existir uma alternativa aos vários modelos de baixo custo baseados no ‘velhinho’ Android 2.3.

Para alcançar o seu primeiro milhão de utilizadores, a Mozilla investiu na optimização dos requisitos de memória e de processador, o que permitiu que fossem criados telefones low-cost funcionais. ‘O Android 4 não funciona correctamente em dispositivos equipados apenas com 256 Mbytes de RAM’ - dizia Eich – ‘por isso é que o Android 2.3 continua a ser a primeira escolha para os fabricantes de modelos de baixo custo’.
Embora tenha como base o mesmo kernel Linux usado no Android 4, o Firefox OS foi optimizado na camada de aplicações e serviços tornando-se mais fluído em dispositivos com especificações muito modestas.



Mesmo não se podendo considerar que o FirefoxOS já se encontra ao nível do Android 2.3 em termos de funcionalidade, o facto de estarmos perante uma versão 1.0 tão estável e funcional garante que o Firefox OS tem, de facto, margem para progredir e encontrar um espaço próprio no mercado.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 86340 vezes
2
Jul
2013
Os rumores em redor do eventual lançamento de um dispositivo com o formato e aparência de um relógio por parte da Apple começaram a ganhar uma nova consistência com a chegada de notícias que dão conta do registo da mesma marca em vários países.
Depois do Japão, foi a vez da Turquia, Venezuela, México e Colômbia a atribuírem à Apple a marca iWatch enquanto que em outros países a decisão ainda se encontra pendente.



Embora já seja hábito da Apple registar patentes e marcas que acaba por não chegar a usar, a proliferação de rumores em redor deste novo nicho do mercado fazem crer que desta vez a situação poderá estar mais próxima da realidade.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 87043 vezes
1
Jul
2013
O abandono da plataforma WebOS comprada à Palm poderá não ter marcado o fim do incursão da HP no segmento dos smartphones. Apesar de se encontrar afastada do segmento há já dois anos, a companhia norte-americana continua a seguir atentamente o desenvolvimento do segmento não descartando a possibilidade de regressar com dispositivos próprios.

Um dos executivos da divisão asiática, Yam Su Yin, confirmou que ‘a HP continuará a trabalhar no segmento móvel’ embora não tenha especificado datas ou objectivos mais concretos. Por enquanto a companhia continua focada nos segmentos de PCs, Notebook e tablets mas poderá começar a diversificar a sua oferta brevemente já que a opinião interna é consensual: ‘A HP tem que estar presente’.

Caso volte realmente a apostar numa linha de smartphones, a HP deverá escolher o Android como base, e não o WebOS, uma vez que será mais fácil capitalizar o know-how adquirido com a concepção e distribuição da sua nova linha de tablets.

Esta notícia já foi consultada 86977 vezes
1
Jul
2013
Nos últimos meses tem-se assistido a uma noiva tendência entre os fabricantes de dispositivos Android: a criação de um ou mais modelos de dimensões avantajadas que se posicionam entre os smartphones tradicionais e os tablets.
Este novo nicho, que tem vindo a ser designado de phablets, está a ser explorado por várias marcas com a Huawei a ser a mais recente a ‘saltar para o comboio’.



O Huawei Ascend Mate apresenta uma relação corpo-ecrã sem par no mercado, com o ecrã a representar 73% da área frontal útil do dispositivo. O ecrã HD de 6.1 polegadas (resolução de 720x1280) recorre a tecnologia IPS e domina praticamente a totalidade do dispositivo. Ainda assim é possível encontrar uma câmara fotográfica frontal de 1 MPixels, uma câmara posterior de 8 Mpixels e espaço para um enorme bateria de 4050 mAh. Tudo isto em apenas 6.5 mm de espessura.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 89938 vezes
 
 
24 750 816 visitantes
339 online neste momento